Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Rússia e Otan instalam linha de comunicação direta

A iniciativa de criar a linha direta pertence ao ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier


Correio do Brasil
com Sputnik - de Moscou

Os comandos militares da Rússia e da OTAN instalaram uma linha telefônica direta para o caso de crise, escreve o jornal alemão Frankfurter Allgemeine. Na semana passada, os números de contato foram entregues ao lado russo. No entanto, os detalhes da criação do novo canal de comunicação ainda não são públicos, de acordo com a publicação.


Rússia
Frank-Walter Steinmeier

Pela primeira vez desde a Guerra Fria, a Rússia e OTAN passam novamente a ter uma forma de comunicação direta entre as chefias militares. Agora o comandante das forças conjuntas da OTAN na Europa, bem como o chefe do Comitê Militar da OTAN, terão acesso à linha direta com Moscou. Os canais de comunicação permanecerão sempre abertos e serão alvo de verificação de segurança constante.

O jornal escreveu que o tempo de ativação da linha ainda é desconhecido. A iniciativa de criar a linha direta pertence ao ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier. Anteriormente, devido ao aumento das tensões no mundo, nomeadamente ao conflito ucraniano, ele propôs a criação de uma ligação direta entre a Rússia e a OTAN, a ser usada nas situações de crise.

Após a crise dos mísseis de Cuba em 1962 entre a liderança militar da União Soviética e os Estados Unidos também foi criada uma linha telefônica direta, chamada de “telefone vermelho”.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas