Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Stern: EUA apresentam tanque-drone para rivalizar com o Armata da Rússia

Uma empresa dos EUA apresentou recentemente seus primeiros tanques-drones remotamente controlados, em uma tentativa de superar a próxima geração dos tanques russos Armata e vencer a atual “corrida armamentista”, segundo opina a edição desta semana da revista Stern.


Sputnik

De acordo com a publicação alemã, as grandes potências mundiais, Rússia e EUA, deram início a uma nova corrida armamentista, ambas tentando mostrar uma à outra que é capaz de desenvolver os equipamentos de defesa mais avançados e novas tecnologias militares.

Assim, segundo a revista, como a Rússia teria impressionado o mundo ao exibir seu novo tanque de guerra Armata T-14 durante a parada do Dia da Vitória deste ano (realizada na Praça Vermelha de Moscou em celebração histórica pelos 70 anos da vitória sobre a Alemanha nazista), os EUA também teriam começado a" empreender todos os esforços para provar que ainda conseguem manter o passo com os tempos modernos" e que sua tecnologia não é obsoleta.

Neste contexto, os americanos divulgaram recentemente uma série de fotos mostrando um novo tanque de controle remoto – o Ripsaw EV-2, supostamente capaz de ultrapassar qualquer tipo de terreno. Como na Rússia, ele não é completamente um tanque de batalha e propriamente não é um verdadeiro veículo blindado tripulado, mas sim um veículo rastreado relativamente compacto.


Ripsaw EV-2, modelo desenvolvido pela empresa norte-americana Howe & Howe Technologies
© Foto: https://www.youtube.com/southberwick3

O modelo é fabricado pela empresa Howe & Howe Technologies, especializada em veículos controlados por rádio, de uso principalmente não-militar. Até agora, o Ripsaw EV-2 é um projeto de desenvolvimento. Embora o tanque pareça impressionante devido ao seu grande poder de mobilidade e superação de obstáculos, ele não foi desenhado especificamente para as forças armadas, segundo observa a revista alemã.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas