Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Fora do normal': OTAN teria usado armas climáticas para atingir êxito em operação militar

Uma das teorias de conspiração mais populares é a possível influência humana no clima com armas de tecnologia de última geração. Neste contexto, ganhou talvez o maior destaque o projeto HAARP dos EUA. Oficial da Força Aérea russa e meteorologista, Yevgeny Tishkovetz, contou para a Sputnik até que ponto os humanos podem mudar condições climáticas.
Sputnik

O HAARP (High Frequency Active Auroral Research Program, em inglês) é um projeto financiado pelas Forças Armadas dos EUA que visa estudar a ionosfera para aperfeiçoamento de suas capacidades de comunicação por rádio e dos sistemas de vigilância com ajuda de tecnologias de ponta.


Há uma teoria de que o sistema HAARP teria sido utilizado na operação militar da OTAN na Iugoslávia em 1999. Yevgeny Tishkovetz, meteorologista do centro Fobos e ex-chefe do serviço meteorológico do Ministério da Defesa russo, disse à Sputnik Sérvia que o sistema pode ter sido realmente usado na Iugoslávia.

Segundo o oficial, a Aliança não tinha como realizar seus…

Alemanha encomenda novos navios e sistemas antiaéreos

O governo alemão comprará um novo sistema de defesa antiaérea e quatro navios de guerra nos próximos anos a um preço total de quase 8 bilhões de euros, anunciou nesta terça-feira o Ministério da Defesa.


Sputnik

O chefe militar General Volker Wieker afirmou que a Alemanha planeja adquirir Sistemas de Defesa Antiaérea Medium Extended (MEADS). O sistema, desenvolvido pela empresa europeia MDBA e pela americana Lockheed, vai substituir o atual sistema Patriot até 2025.


The Medium Extended Air Defense System (MEADS), built by US-based defense contractor Lockheed Martin
© AP Photo/ Lockheed Martin

A Alemanha usa o sistema Patriot desde 1989. A empresa americana Raytheon, fabricante do sistema, lançou uma versão atualizada, mas perdeu a disputa para garantir um novo contrato com o governo alemão.

A imprensa da Alemanha afirma que seus militares querem comprar de oito a dez unidades do sistema, mas o governo ainda não anunciou oficialmente seus planos. A aquisição do MEADS custará cerca de 4 bilhões de euros, informou a Associated Press.

A Alemanha também pretende gastar 3,9 bilhões de euros em quatro navios de guerra. O Ministério da Defesa está recebendo propostas de toda a Europa. A primeira embarcação deve ser entregue em 2023.

Segundo seus desenvolvedores, os sistemas MEADS tem um arco de artilharia de 360 graus, o que significa que pode defender contra ataques com mísseis múltiplos, vindos de diferentes direções, ao mesmo tempo.



Postar um comentário