Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Mais de 40 navios participarão de exercício da OTAN no Báltico

A OTAN realizará nesta semana, na Polônia, uma simulação naval com participação de 40 navios, informou o Ministério de Segurança Nacional polonês.


Sputnik

"Os exercícios Baltops 15 começarão em Gdnya na sexta-feira, dia 5 de junho. (…) chegarão mais de 40 navios de 15 países", diz um comunicado publicado pelo serviço de imprensa do Ministério.


From left, Norwegian support vessel Valkyrien, Belgian mine-hunter Belis, Norwegian minesweeper Otra, Dutch mine-hunter Makkum and Estonian mine-hunter Admiral Cowen form a convoy during a NATO deployment in the Baltic Sea along the German Coast, Tuesday, April 22, 2014
© AP Photo/ Gero Breloer

O exercício, informou a fonte, contará com cinco mil militares de 17 países: Alemanha, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos, Estônia, Finlândia, França, Geórgia, Lituânia, Letônia, Noruega, Holanda, Polônia, Grã-Bretanha, Suécia e Turquia.

"Em 2015, as manobras acontecerão sem a participação da Rússia", diz o texto.

Os exercícios Baltops são realizados no mar Báltico desde 1971.



Postar um comentário