Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Mais de 40 navios participarão de exercício da OTAN no Báltico

A OTAN realizará nesta semana, na Polônia, uma simulação naval com participação de 40 navios, informou o Ministério de Segurança Nacional polonês.


Sputnik

"Os exercícios Baltops 15 começarão em Gdnya na sexta-feira, dia 5 de junho. (…) chegarão mais de 40 navios de 15 países", diz um comunicado publicado pelo serviço de imprensa do Ministério.


From left, Norwegian support vessel Valkyrien, Belgian mine-hunter Belis, Norwegian minesweeper Otra, Dutch mine-hunter Makkum and Estonian mine-hunter Admiral Cowen form a convoy during a NATO deployment in the Baltic Sea along the German Coast, Tuesday, April 22, 2014
© AP Photo/ Gero Breloer

O exercício, informou a fonte, contará com cinco mil militares de 17 países: Alemanha, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos, Estônia, Finlândia, França, Geórgia, Lituânia, Letônia, Noruega, Holanda, Polônia, Grã-Bretanha, Suécia e Turquia.

"Em 2015, as manobras acontecerão sem a participação da Rússia", diz o texto.

Os exercícios Baltops são realizados no mar Báltico desde 1971.



Postar um comentário