Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

O caça russo PAK FA é capaz de neutralizar as tecnologias do tipo Stealth

O complexo de guerra radioeletrônica Himalaya, criado pelo consórcio Radioelektronnie Tejnologuii, pertencente à Rostech, não só aumenta a capacidade de combate do caça de quinta geração russo T-50 (PAK FA), mas também, em grande medida neutraliza tecnologias do tipo stealth (furtivas) de aviões inimigos.


Sputnik

"Este avião russo estará totalmente protegido contra os meios do inimigo, aos quais o complexo de guerra radioeletrônica Himalaya responde que não só irá melhorar o nível de proteção contra interferências e a vitalidade da aeronave, mas que permitirá em grande medida neutralizar as tecnologias furtivas [stealth] do inimigo ", enfatiza o comunicado do serviço de imprensa da entidade.


Caça PAK FA em vôo.
Sukhoi T-50 © flickr.com/ Mario Sainz Martínez

Conforme planejado, a produção em série deste moderno caça deverá começar em 2016, enquanto continuarão seus testes de vôo.

Até agora apenas o exército de um país dispõe de caças de quinta geração, os EUA com os aviões F-22 e F-35.

A utilização de materiais compostos e tecnologias inovadoras, a aerodinâmica da aeronave e as características do motor dão ao PAK FA um baixo nível de detecção sem precedentes por meio de sistemas de localização por rádio e invisibilidade óptica e infravermelha.

O consórcio também irá fornecer parte do equipamento de bordo para o PAK FA.

"O consórcio desenvolveu especialmente para o PAK FA o novo sistema de navegação BINS-SP2M que permite ao caça orientar-se no espaço aéreo mesmo na ausência de comunicação com estações de navegação terrestre, sinal de satélite, etc", informou o consórcio.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas