Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Única mulher a bordo do submarino argentino desaparecido é oficial pioneira

Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é a 'primeira submarinista' da Argentina. O ARA San Juan desapareceu com 44 tripulantes no Atlântico Sul.
G1

Única mulher no submarino militar argentino desaparecido com 44 tripulantes no Atlântico Sul, Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é descrita pela imprensa local como primeira oficial submarinista do país e da América do Sul. Ela ocupa o cargo de chefe de armas do ARA San Juan, que perdeu contato com a terra na sexta-feira (17).

Eliana nasceu em Oberá, na província de Misiones, no nordeste da Argentina, e só conheceu o mar aos 21 anos de idade, destaca o perfil do jornal "Clarín". Após se formar no ensino médio, ela se matriculou na Universidade de Misiones para fazer faculdade de Engenharia Industrial.

Duas tragédias familiares levaram Eliana a desistir do curso: a morte de um irmão, em um acidente de trânsito, e a morte da mãe, em decorrência de um problema cardíaco.

Em um perfil publicado em 2015 na revista "Viva", que …

Revista americana conta aos leitores como comprar tanque soviético

Todas as pessoas que têm 50 mil dólares podem comprar um tanque soviético T-72 de segunda mão, escreve o site Wired.


Sputnik

As autoridades militares da República Checa, Eslováquia, Hungria e Polônia, que após a queda da Cortina de Ferro têm muitos tanques e outro armamento soviético, estão vendendo o equipamento para dar espaço para seus análogos da OTAN. Os vendedores, principalmente da República Checa, têm um amplo conjunto de propostas: tanques T-55 e T-64 e os mais complexos T-80. Além disso, eles oferecem helicópteros de combate, artilharia autopropulsada, veículos de combate de infantaria e veículos blindados de transporte, diz o artigo.


Tanque T-80
T-80 © Sputnik/ Evgeny Biyatov

"O T-72 é um tanque russo de guerra, um peso-pesado, 45 toneladas de problemas com uma arma de fogo de 127 milímetros", escreve a edição.

Todas as reparações necessárias são incluídas no preço do tanque. Antes de enviar a encomenda, os vendedores verificam os principais sistemas da máquina. No entanto, se o cliente quiser que o tanque pareça absolutamente novo, terá de pagar cerca de 30 mil dólares mais. A reparação começa após obtenção de uma licença de exportação.

A revista escreve que os compradores dos EUA devem lembrar que o envio custará 15 mil dólares para a costa leste e 25 mil — para a costa oeste. Além disso, o transporte será cancelado se o tanque não tiver as "metralhadoras cerradas".

A deslocação de tanques pelas vias públicas nos Estados Unidos é proibido, por isso o comprador tem que ter uma propriedade pessoal.

"Destrua o gramado. Assuste a sério os vizinhos. Tire o lixo e esmague-o. Não importa o que você vai fazer com o tanque — você já é nosso herói", ironiza a edição.


Postar um comentário