Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Rússia anuncia megaleilão de artefatos militares

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou um "leilão de generosidade nunca antes vista" que promete vender de tudo, desde casacos acolchoados estilo vintage (popularmente chamados de "vatniks") a equipamentos de logística, passando por motores de tanques e periscópios de visão noturna, além de toda uma embarcação naval em necessidade de reparos.


Sputnik

Potenciais compradores têm até 29 de junho para apresentar os seus pedidos ao Ministério da Defesa, sendo que o primeiro leilão acontecerá em 21 de julho, durante a convenção Army-2015 em Kubinka, na região de Moscou. Os lances iniciais ainda serão determinados para a maioria dos itens. A maior parte do equipamento a venda é dos últimos 70 anos, mas há uma oficina flutuante da região de Leningrado fabricada em 1896.


Oficina flutuante PMR-54
Oficina flutuante PMR-54 

"O departamento de relações de bens do Ministério da Defesa russo está organizando um leilão aberto que dá aos audazes uma oportunidade de realizar suas ideias mais ousadas e fantásticas com a ajuda de nossos improváveis ‘gravitsapas’ [expressão referente a um filme soviético de ficção científica para designar algo como ‘dispositivos extraordinários’]; criar engenhocas ainda não imaginadas pelos mais conservadores, os engenheiros da modernidade, bem como modificar automóveis de estilo militar já existentes", escreveu o Ministério da Defesa em sua página no Facebook.


Link permanente da imagem incorporada
"Faça churrasco para 130 amigos com o trailer-cozinha KP-130. Um acessório essencial para atividades de lazer!"

O leilão é apenas o segundo até agora, e será seguido de ofertas abertas ao público em geral, de acordo com a pasta. O evento também foi amplamente anunciado na página do ministério russo no Twitter, com a hashtag #BuyMilitary:

Além dos casacões que eram usados pelo Exército Vermelho, os militares russos também estão oferecendo diversas variações de botas militares, 4.242 sobretudos e 1.655 chapéus de general.

Muitos dos veículos anunciados, incluindo ambulâncias, caminhões e sedans de classe representativa são dos últimos 15 anos, embora a maioria remonte à década de 1980. 

Link permanente da imagem incorporada
"Leilão #BuyMilitary! Ninguém pode superar a confiabilidade da van militar UAZ-'tabletka'! Com ela, você está sempre na estrada!"

Além disso, o catálogo completo ainda inclui itens de colecionador que vão desde dispositivos de visão noturna TVNO-2 a motores diesel e peças de reposição.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas