Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Rússia constrói maior navio anfíbio de sua flotilha

O estaleiro Yantar começará, no dia 11 de junho, a construção do navio de assalto anfíbio "Piotr Morgunov", o maior de sua classe na Marinha de Guerra russa.



Sputnik

"O Piotr Morgunov, do projeto 11711, terá o batimento de quilha no dia 11 de junho, no estaleiro Yantar, de Kaliningrado", comunicou nesta terça-feira o porta-voz da Marinha, o capitão Igor Dygalo.

Astillero Yantar
© Sputnik/ Sergei Mamontov

O navio Ivan Gren, primeira unidade do projeto 11711, está na última etapa de construção e depois dos testes — previstos para o fim de 2015 — será entregue à Marinha de Guerra.

Quando ao Piotr Morgunov, ele terá peso máximo de 5 mil toneladas, pelo qual será o maior dos navios de assalto anfíbios da flotilha russa. A embarcação poderá alojar 13 tanques ou mais de 30 veículos de transporte blindados e veículos de combate de infantaria.

Sua autonomia de navegação alcançará as 4 mil milhas náuticas, o que permitirá realizar missões em mares e oceanos longínquos. O navio ainda terá local para pouso de helicóptero de transporte e combate.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas