Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Soldados russos terão exoesqueleto

Construtores preparam mais uma inovação para o exército russo.


Sputnik

Em 2025, os soldados do exército russo serão ainda mais fortes e resistentes. Segundo o diretor-geral da empresa de construção Tochmash, Dmitry Semizorov, está sendo elaborado um novo tipo de equipamento militar de terceira geração que incluirá um exoesqueleto."O equipamento militar do militar de terceira geração seguirá no sentido da integração de diferentes meios biomecânicos, inclusive exoesqueletos", disse Semizorov durante o fórum internacional Army 2015, que está tendo lugar na cidade de Kubinka, na região de Moscou.


Soldados testam equipamento Ratnik em 2012
© Sputnik/ Aleksei Filippov

O equipamento militar de fabrico russo de segunda geração, o Ratnik, ainda não inclui exoesqueleto. Ratnik significa, em tradução livre, "guerreiro" e inclui armas modernizadas, meios de proteção eficientes e mais confortáveis, meios de inteligência e comunicação sofisticados.

Em 2015 e 2016, as Forças Armadas russas planejam comprar até 100 mil unidades deste equipamento.

O novo equipamento cuja criação foi anunciada pela Tochmash já foi batizado preliminarmente de Ratnik 2. Estima-se que, dentro de 15 anos, todos os soldados russos poderão ser equipados com ele.


Postar um comentário