Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria

Os helicópteros norte-americanos tiraram terroristas do Daesh de uma prisão na cidade síria de Al-Hasakah, informou uma fonte local à Sputnik.
Sputnik

"Habitantes locais viram do telhado helicópteros estadunidenses aterrissando no território de uma prisão local, controlada pelos curdos, para tirar de lá terroristas do Daesh", afirmou a fonte — que preferiu não ser identificada — em Al-Hasakah à Sputnik Árabe.


Além disso, há informações que os militares norte-americanos estariam trazendo para a prisão várias munições, porque planejam criar no lugar uma base.

Anteriormente, a mídia iraquiana comunicou que helicópteros dos EUA tinham transportado membros do grupo Daesh (proibido na Rússia) da prisão central de Al-Hasakah para sua base perto do povoado Abu Hajar, no leste da Síria.

De acordo com fontes locais, na prisão de Al-Hasakah, muito bem fortificada, estariam encarcerados cerca de 100 terroristas, a maioria de cidadania estrangeira. Especialistas sírios acham que são os mesmos…

Alemanha aprova controversa entrega de armas para a região do Golfo

O Conselho Federal de Segurança da Alemanha autorizou a exportação de quinze barcos de patrulha do país para a Arábia Saudita, bem como a entrega de dois tanques para o Catar e Omã. O ato é considerado controverso, visto que a Arábia Saudita é notória por violações maciças aos direitos humanos, segundo relatou o jornal alemão Die Welt.


Sputnik

O Conselho de Segurança Federal da Alemanha comprovadamente aprovou vastas exportações de armas para a região do Golfo, o que gerou críticas por parte da oposição política ao governo, escreve o Die Welt.


A Arábia Saudita é notória por diversos abusos contra os direitos humanos
Arábia Saudita © flickr.com/ hamza82

De acordo com o jornal, a Alemanha permitiu a exportação de quinze barcos de patrulha para a Arábia Saudita, país notório por maciças violações dos direitos humanos. Além disso, o país árabe rico em petróleo é considerado um terreno fértil para o terrorismo internacional.

A oposição na Alemanha tem repetidas vezes criticado contratos versando sobre armas com a Arábia Saudita, apontando para o fato de que o equipamento militar pode ser usado para suprimir civis inocentes, e pedindo o fim imediato de todas as exportações de armas para a Riyadh.

No entanto, os deputados do Bundestag (Parlamento alemão) argumentaram que o país saudita precisa de barcos apenas para auto-defesa e que alguns dos veículos são equipados unicamente com armas defensivas.

O Conselho Federal de Segurança também relatou ter dado o sinal verde para o fornecimento de dois tanques de batalha para o Catar e Omã e aprovou exportações de armas para uma série de outros países como Egito, Argélia e Emirados Árabes Unidos.



Postar um comentário