Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

China, Índia e Iraque: maiores importadores de armas da estatal russa Rostec

Índia, China e Iraque foram responsáveis pela maior parte das encomendas de armas e equipamentos militares da estatal russa Rostec em 2014, de acordo com o relatório anual da empresa publicado nesta quarta-feira (22).


Sputnik

"As encomendas de equipamentos militares foram enviadas para 59 países. Os principais importadores da empresa foram a Índia (25%), a China (22%), o Iraque (22%), a Síria (5%) e a Venezuela (5%). Geograficamente, as maiores exportações de equipamento militar foram para a Ásia (75%), a América Latina (9%) e o Oriente Médio (7%)", afirma o documento.





O relatório anual da Rostec também mostra que as exportações militares para as ex-repúblicas soviéticas caíram drasticamente em 2014, para 370 milhões de dólares. Em 2013, as transações comerciais do setor chegaram a 1,5 bilhão de dólares.

No total, entretanto, a empresa cumpriu 9.400 contratos no ano passado – um aumento de 54% em comparação com 2013.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas