Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Donbass denuncia destruição de colheita por militares ucranianos

O exército ucraniano abre fogo premeditadamente contra os campos de plantio para destruir a colheita, afirmou neste sábado o ministro adjunto de Política Agricultural e Alimentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), Dmitri Konakov.


Sputnik

Anteriormente, a Rada (Parlamento ucraniano) propôs organizar um bloqueio alimentício a Donbass e proibir o comércio com seus territórios.


Militares ucranianos en Donbás
© AFP 2015/ Anatoli Stepanov

Em 1º de dezembro de 2014, Kiev impôs um bloqueio de transportes e um regime especial de acesso à região de Donbass.

“Os campos semeados são destruídos propositalmente”, disse Konakov, citando ainda um exemplo recente de disparos contra uma máquina combinada que saiu ao campo para fazer a colheita no distrito de Telmanovo, na província de Donetsk.

A missão de monitoramento da OSCE informou, por sua vez, que na última quinta-feira houve 21 impactos de projéteis de calibre de mais de 100 milímetros em várias casas nas localidades de Svobodnoe e Telmanovo.

Kiev iniciou, em abril de 2014, uma operação militar contra Donbass, que não reconheceu a violenta mudança de poder na Ucrânia.

A resolução do conflito, que já deixou mais de 6.500 mortos, vem sendo debatida em diversos formatos, inclusive em encontro do Grupo de Contato (OSCE, Ucrânia e Rússia), que desde setembro aprovou três documentos de regulamentam passos a serem seguidos para a redução dos conflitos como a retirada de armas pesadas da linha de contato.

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, declarou em maio que mais de 1.800 militares ucranianos morreram durante essa operação.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas