Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

PropHiper - Mais rápido do que uma bala

Pesquisadores brasileiros desenvolvem veículo aéreo que se deslocará em velocidade hipersônica
DefesaNet

Se tudo correr como planejado, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizará dentro de dois anos o ensaio em voo do primeiro motor aeronáutico hipersônico feito no país. O teste integra um projeto mais amplo cujo objetivo é dominar o ciclo de desenvolvimento de veículos hipersônicos, que voam, no mínimo, a cinco vezes a velocidade do som, ou Mach 5.
Mach é uma unidade de medida de velocidade correspondente a cerca de 1.200 quilômetros por hora (km/h). O programa é coordenado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAv), um dos centros de pesquisa do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) da FAB, em parceria com a empresa Orbital Engenharia, ambos de São José dos Campos (SP).

Além do motor hipersônico, o projeto Propulsão Hipersônica 14-X (PropHiper), iniciado em 2006, prevê a construção de um veículo aéreo não tripulado (VANT), onde o motor será instalado. Batizado de 14-X, …

Forças de Donetsk acusam Kiev de utilizar armas químicas

Forças ucranianas usaram bombas químicas nos ataques contra a cidade de Semiónovka, no leste do país, segundo disse neste domingo o primeiro ministro adjunto da Defesa da auto-proclamada República Popular de Donetsk (RPD), Sergey Shamberin.


Sputnik

"Em vários casos, os ataques foram realizados com o uso de diversas bombas químicas contra nossas posições", disse Shamberin segundo citado pela agência de notícias local.


Vila de Semyonovka, na Ucrânia destruída após ataque
Vila de Semyonovka destruída após ataque © AP Photo/ Alexander Zemlianichenko

Ele acrescentou que "muitas pessoas foram intoxicadas" e tiveram que ser hospitalizadas.

Anteriormente, as forças da RPD acusaram reiteradas vezes o exército ucraniano de utilizar as chamadas bombas de fósforo.

Em abril 2014 Kiev lançou uma operação militar contra as forças das regiões de Donetsk e Lugansk, áreas cujas populações estão insatisfeitas desde a derrubada do presidente Viktor Yanukovich em fevereiro daquele ano.

Depois de quase um ano de hostilidades, em Donbass foi decretado um cessar-fogo que o Grupo de Contato Trilateral composto por Rússia, Ucrânia e OSCE, negociou em 12 de fevereiro em Minsk.

Apesar dos acordos alcançados em Minsk em 12 de fevereiro de 2015 terem estabelecido uma trégua que cessou os combates em grande escala, as violações do armistício ocorrem com frequência, com as partes envolvidas mutuamente se acusando.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas