Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

Fotos provam que Argélia compra mísseis russos S-400

O blog militar argelino Secret Difa3 publicou as primeiras fotos do novo sistema de defesa antiaérea do exército do país, que foi identificado como um complexo russo de mísseis antiaéreos S-400.


Sputnik

O tipo de sistema foi identificado através da marca do rebocador usado, produzido pela fábrica de automóveis de Bryansk (BAZ, na sigla em russo) – os sistemas para exportação S-300 PMU-2 usam os chassis de uma outra fábrica – a KRAZ. 

Sistema de defesa antiaérea S-400
© Sputnik/ Mikhail Mokrushin

O autor do blog informa que o contrato de fornecimento dos S-400 à Argélia foi assinado um ano atrás. Como prova da entrega foi divulgada uma foto de um rebocador da BAZ-64022 com um complexo de lançamento coberto de lona alcatroada. Diz-se que a foto foi tirada na primavera de 2015 durante os testes dos armamentos fornecidos. O volume do fornecimento, segundo o autor do blog, constitui três ou quatro regimentos (de seis a oito grupos com oito complexos cada um).

Segundo frisa o blog russo bmpd, desde 2003 a Argélia tem três regimentos equipados com os sistemas S-300 PMU-2. Eles protegem quase toda a parte norte, a fronteira com Marrocos e o litoral.

Se o fornecimento for confirmado oficialmente, a Argélia será o primeiro país estrangeiro a comprar o sistema S-400. Durante os últimos anos supunha-se que a China seria o primeiro importador do sistema.

Neste momento as Forças Armadas russas dispõem de nove regimentos de S-400. Em geral, no quadro do atual Programa Estatal de Armamentos para 2011-2020 os militares russos devem receber 56 grupos de S-400.

O S-400 Triumf (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é um sistema antiaéreo russo de última geração. É uma atualização do S-300 e pode ser equipado com foguetes de alcance médio, longo ou extralongo. Começou a ser desenvolvido no final de 1990 e, em 2007, foi oficialmente aceito para entrada em serviço. Os S-400 são capazes de abater alvos aéreos com tecnologia stealth, mísseis de cruzeiro de pequeno porte e novos mísseis balísticos táticos e tático-operativos.


Postar um comentário