Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Gripen E para a Suécia: Saab recebe encomenda de peças sobressalentes

Pedido equivalente a US$ 30 milhões deverá ser entregue junto com os primeiros 60 caças Gripen E encomendados pela Suécia à Saab.
Acordo-quadro assinado em fevereiro de 2013 engloba diversos contratos como este e que, somados, poderão chegar a cerca de 47,2 bilhões de coroas suecas, ou US$ 5,6 bilhões.


Poder Aéreo

Na quarta-feira, 1º de julho, a empresa sueca Saab informou em nota o recebimento de uma encomenda de peças sobressalentes para o caça Gripen E, a nova geração da aeronave (atualmente em desenvolvimento e com protótipo em construção). A encomenda, feita pela administração sueca de material de defesa (FMV) tem valor de cerca de 250 milhões de coroas suecas, o que equivale a cerca de 30 milhões de dólares ou 93,5 milhões de reais.


Gripen Demonstrador - foto 2 Saab
Gripen NG | Saab

As peças sobressalentes, de diversos tipos, deverão ser entregues em conjunto com os primeiros aviões Gripen E, que somam até o momento 60 exemplares encomendados para a Força Aérea Sueca, com entregas iniciais previstas para o final desta década. Segundo Ulf Nilsson, que chefia a área de negócios aeronáuticos da empresa, trata-se de “um importante primeiro passo para assegurar o fornecimento de equipamento para a Força Aérea Sueca e o Gripen E.” Ele complementou dizendo que a Saab foi capaz de “garantir preços competitivos em equipamentos essenciais.”

A encomenda de sobressalentes se insere no acordo-quadro assinado entre a Saab e a FMV em fevereiro de 2013, com contratos que vêm sendo autorizados gradativamente e que, somados, podem alcançar um total de 47,2 bilhões de coroas suecas (hoje equivalentes a cerca de 5,6 bilhões de dólares – soma que em fevereiro de 2013 alcançava aproximadamente US$ 7,5 bilhões).

Um dos mais importantes contratos inseridos no acordo-quadro de fevereiro de 2013 foi o anunciado em 18 de dezembro daquele mesmo ano, algumas horas antes de ser informada pelo Brasil a seleção da nova geração do Gripen no programa F-X2 da Força Aérea Brasileira: trata-se do contrato de produção dos 60 exemplares para a Suécia, compreendendo o período 2013-2026, no valor de 16,4 bilhões de coroas suecas (hoje equivalentes a pouco menos de 2 bilhões de dólares, e que no final de 2013 representavam cerca de US$ 2,5 bilhões).

Postar um comentário