Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Hackers americanos teriam tentado obter informações sobre armas da Alemanha e França

Hackers baseados nos Estados Unidos tentaram obter informações sobre as capacidades de defesa da França e da Alemanha, informou o jornal alemão Bild neste domingo (12).


Sputnik

Segundo os documentos obtidos pelo jornal, em 2 de novembro de 2011 norte-americanos não identificados tentaram infrutiferamente hackear a empresa Defesa Aérea e Espacial Europeia (EADS, na sigla em inglês) para descobrir que armas tinham sido encomendadas pela Arábia Saudita, Alemanha e França.




"Os BND [serviços de informação da República Federal Alemã] receberam informações de um serviço de notícias estrangeiro sobre um alegado ciberataque aos dados da EADS", escreve o jornal.

Mais cedo em 2005 os Estados Unidos exigiram informações dos BND sobre a circulação de equipamento militar alemão e francês, de acordo com os dados obtidos. No entanto, segundo o jornal, os serviços de inteligência recusaram, alegando razões econômicas.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas