Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia quer ajudar Iraque a combater curdos em Kirkuk

A Turquia informou nesta segunda-feira que estava pronta para ajudar o governo iraquiano a expulsar os combatentes curdos da cidade de Kirkuk, informou AFP.
Sputnik

Ancara teme que a eventual independência do Curdistão iraquiano pode desencadear movimentos semelhantes entre a população curda na Turquia e saudou a operação das forças iraquianas para expulsar as forças do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) de Kirkuk.


"Estamos prontos para qualquer forma de cooperação com o governo iraquiano de modo a acabar com a presença do PKK no território do Iraque", disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

O Conselho de Segurança Nacional do Iraque afirmou neste domingo que considerará a presença de militares curdos em Kirkuk como um "declaração de guerra".

Na segunda-feira, as forças iraquianas tomaram amplos territórios nos arredores da cidade, bem como uma base militar, um aeroporto e um campo petrolífero.

Em 2014, as tropas peshmerga curdas …

Hackers atacam mísseis Patriot na Turquia

Hackers desconhecidos atacaram os sistemas de misseis antiaéreos Patriot posicionados no sul da Turquia, perto da fronteira com a Síria, informou o jornal alemão Behörden Spiegel.


Sputnik

Seis lança-mísseis e dois radares do Patriot, de fabricação americana, começaram a executar comandos desconhecidos durante um período de tempo, informou a fonte sem precisar quando ocorreu o incidente.

Patriot, sistema de misiles tierra-aire de largo alcance fabricado por la compañía estadounidense Raytheon
© AFP 2015/ Bulent Kilic

Os sistemas Patriot, segundo o jornal, possuem dois pontos vulneráveis a cyberataques: a conexão entre os componentes e o chip do sistema de navegação.

"Esses sistemas não estão conectados às redes públicas e requerem códigos especiais para lançar um míssil (…) normalmente se requer um código de duas ou três pessoas para dispará-lo ou executar algo relevante", disse o consultor de segurança em informática Jonathan Schifreen.

Os sistemas antiaéreos Patriot, usados pelos EUA pela primeira vez há 30 anos, foram posicionados na Turquia pela Alemanha para proteger os integrantes da OTAN diante da ameaça proveniente da Síria, onde as hostilidades seguem acontecendo.


Postar um comentário