Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Holding russa estuda ressuscitar 'assassino de submarinos ocidentais'

A holding Russian Helicopters pode relançar a produção do helicóptero anfíbio Mi-14, comenta a revista The Diplomat.


Sputnik

"Este aparelho pode causar grandes problemas aos submarinos ocidentais se carregar uma bomba nuclear antissubmarina", diz a publicação.


Mi-14
Mi-14 © Foto: Russian Helicopters

O helicóptero Mi-14 foi desenvolvido nos anos 1960 e podia carregar uma bomba nuclear capaz de destruir submarinos em um raio de até um quilômetro.

Nos anos da Guerra Fria, o helicóptero ganhou fama depois de destruir um submarino estrangeiro (provavelmente americano) em águas territoriais soviéticas.

Segundo se acredita, o Mi-14 foi retirado do serviço operacional em 1996, por pressão dos Estados Unidos.

Os aparelhos serão montados na Fábrica de Helicópteros de Kazan se seu relançamento for decidido. A versão modernizada do Mi-14 estaria dotada de novos motores e um sistema avançado de navegação.


Postar um comentário