Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel concentra mais forças na fronteira com Faixa de Gaza e está pronto a agir

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) concentraram mais forças na fronteira com a Faixa de Gaza e estão prontas para usá-las se for necessário, comunica a assessoria da entidade militar.
Sputnik

A decisão foi tomada no decurso da reunião no Estado-Maior e é uma resposta aos combates de ontem (11), que causaram morte de um militar israelense e sete palestinos.


"As IDF aumentaram suas forças no Distrito Sul e estão dispostas, se for preciso, a agir com mais vigor", destaca o comunicado da entidade.

No decurso da operação militar que teve lugar no enclave palestino neste domingo (11) um tenente coronel de uma unidade especial israelense foi morto. Ao mesmo tempo, a parte palestina perdeu sete homens, inclusive um comandante militar. Após os confrontos, os palestinos lançaram 17 mísseis contra o sul de Israel, dois deles foram interceptados pelos sistemas de defesa antiaérea Iron Dome (Cúpula de Ferro).

Foi igualmente informado que, tendo em conta a situação, o prim…

Milícia curda acusa Estado Islâmico de usar gás venenoso na Síria

Tom Perry | Reuters

BEIRUTE (Reuters) - Uma milícia curda da Síria disse no sábado (horário local) que o grupo jihadista Estado Islâmico usou gás venenoso em ataques no fim de junho no nordeste da Síria.




O YPG afirmou que o gás venenoso foi usado em ataques em 28 de junho e 29 de junho contra áreas detidas pelo grupo curdo na província de Hasaka, no nordeste do país. O porta-voz do YPG, Redur Xelil, disse que o tipo de produto químico utilizado não tinha sido determinado com precisão.

Nenhum dos combatentes do YPG expostos ao gás morreram porque foram rapidamente levados para o hospital, contou ele.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, um grupo com sede no Reino Unido que monitora a guerra usando uma rede de ativistas em solo, disse que também havia documentado o uso de gás venenoso pelo Estado Islâmico no nordeste da Síria em 28 de junho.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas