Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Ministro nega que Rússia tenha recebido tecnologia de construção de Mistral

A Rússia não recebeu da França nenhuma tecnologia de construção dos porta-helicópteros da classe Mistral, declarou nesta quinta-feira o ministro de Indústria e Comércio, Denis Manturov.


Sputnik

O ministro fez a afirmação durante uma entrevista coletiva, quando indagado sobre a tecnologia para montar os navios franceses.


Portahelicópteros de la clase Mistral en el astillero de Saint-Nazaire, Francia
© REUTERS/ Stephane Mahe

Antes, o chefe do departamento de cooperação técnica e militar da Companhia Unificada de Construções Navais, Alexey Dikiy, afirmou que a Rússia havia recebido a "tecnologia de montagem de blocos grandes, utilizada para a fabricação dos Mistral."

Segundo indicou Manturov, a Rússia não necessita da tecnologia porque já sabe como montar grandes blocos.

"De que tecnologia estão falando? Se trata-se de cascos de navios, já aprendemos e montar estruturas de blocos e inclusive havíamos fornecido as partes traseira e dianteira", explicou o ministro.

Entretanto, o presidente do movimento em apoio à Armada russa, capitão Mikhail Nenashev, disse à Sputnik que a tecnologia dos Mistral era necessária para a construção de porta-helicópteros próprios.

"A Rússia havia decidido comprar os Mistral porque precisa de tecnologia de construção de navios desse tamanho (…) como porta-helicópteros e porta-aviões", afirmou.

O contrato de fornecimento dos navios da classe Mistral foi assinado entre a companhia francesa DCNS/STX e a russa Rosoboronexport em 2011. A França deveria ter entregue o primeiro navio em novembro do ano passado, mas não cumpriu o compromisso alegando a escalada da crise ucraniana e uma suporta participação russa. A Rússia espera que Paris forneça os navios ou devolva a quantia já paga.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas