Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Moscou: exercícios da OTAN na Ucrânia ameaçam resolução pacífica do conflito

Liderados pelos EUA, os exercícios militares conjuntos OTAN-Ucrânia iniciados nesta segunda-feira (20) na região de Lvov ameaçam a possibilidade de paz no sudeste do país, segundo declarou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.


Sputnik

“[Os exercícios] demonstram claramente o curso provocativo da Aliança no apoio incondicional das políticas do regime de Kiev no sudeste da Ucrânia”, afirma a nota da chancelaria.


Soldados dos países membros da OTAN em cerimônia de abertura dos exercícios militares Saber Strike 2015
© AP Photo

Ainda de acordo com o comunicado, os membros da OTAN devem entender que os exercícios militares em curso na Ucrânia podem prejudicar a resolução pacífica para o conflito no sudeste do país, assim como quaisquer “ações que incitem as políticas de vingança do ‘partido da guerra’ de Kiev” na região de Donbass, as quais, segundo Moscou, “levam a baixas de civis todos os dias".

Os exercícios Saber Guardian / Rapid Trident-2015 são realizados na Ucrânia anualmente. As manobras do ano passado reuniram 1.300 soldados de 15 países. Este ano, a OTAN está mobilizando quase 2.000 soldados de 18 países.

Postar um comentário