Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Moscou: exercícios da OTAN na Ucrânia ameaçam resolução pacífica do conflito

Liderados pelos EUA, os exercícios militares conjuntos OTAN-Ucrânia iniciados nesta segunda-feira (20) na região de Lvov ameaçam a possibilidade de paz no sudeste do país, segundo declarou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.


Sputnik

“[Os exercícios] demonstram claramente o curso provocativo da Aliança no apoio incondicional das políticas do regime de Kiev no sudeste da Ucrânia”, afirma a nota da chancelaria.


Soldados dos países membros da OTAN em cerimônia de abertura dos exercícios militares Saber Strike 2015
© AP Photo

Ainda de acordo com o comunicado, os membros da OTAN devem entender que os exercícios militares em curso na Ucrânia podem prejudicar a resolução pacífica para o conflito no sudeste do país, assim como quaisquer “ações que incitem as políticas de vingança do ‘partido da guerra’ de Kiev” na região de Donbass, as quais, segundo Moscou, “levam a baixas de civis todos os dias".

Os exercícios Saber Guardian / Rapid Trident-2015 são realizados na Ucrânia anualmente. As manobras do ano passado reuniram 1.300 soldados de 15 países. Este ano, a OTAN está mobilizando quase 2.000 soldados de 18 países.

Postar um comentário