Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Navios russos rechaçam ataque aéreo em exercício no Mar de Okhotsk

Um grupo de navios russos da Flotilha do Pacífico rechaçou um grande ataque aéreo de um inimigo fictício, informou nesta terça-feira o porta-voz do Distrito Militar do Leste, capitão Roman Martov.


Sputnik

"A esquadra esteve composta pelo cruzador Variag, pelo contratorpedeiro Bistri e pelos navios antissubmarinos Marechal Shaposhnikov e Almirante Vinogradov", disse o oficial.


Buque antisubmarinos Mariscal Shaposhnikov
Marechal Shaposhnikov © Sputnik/ Vitaly Ankov

As tripulações repeliram o ataque utilizando armas antiaéreas e geradores de interferências radioeletrônicas.

A simulação aconteceu no Mar de Okhotsk, a oeste da Península de Kamchatka, completou o porta-voz do Distrito Militar do Leste.


Postar um comentário