Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

Rússia desenvolve dirigíveis equipados com radares contra mísseis balísticos

Antenas de radares contra mísseis balísticos serão montadas na superfície de zepelins na Rússia, segundo relatou um representante da empresa russa Kret à Sputnik.


Sputnik

Os dirigíveis atualmente em desenvolvimento no país podem ser equipados com radares de defesa contra mísseis balísticos, de acordo com Vladimir Mikheev, conselheiro do primeiro vice-presidente do consórcio russo.


Dirigível AU-30
Dirigível AU-30 © Sputnik/ Ramil Sitdikov

"A principal vantagem de um dirigível é a grande superfície de seu corpo onde os sistemas de radares podem ser montados. Eu acho que algumas das aeronaves serão usadas para necessidades de mísseis de defesa antibalísticos. (…) A Kret provavelmente vai estar entre as companhias que irão desenvolver e produzir radares desse tipo", disse o representante.

Atualmente, segundo ele, o consórcio está conduzindo esse tipo de pesquisa, inclusive utilizando os princípios do rádio e da fotônica.

"Estes radares são capazes de detectar lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais e as trajetórias de voo de seus veículos de reentrada", acrescentou.

Além disso, Mikheev disse que a Kret chegou a acordos sobre o desenvolvimento de sistemas de bordo eletrônicos com uma série de empresas fabricantes de zepelins. Por exemplo, o dirigível Atlant desenvolvido pelo centro aeronáutico Avgur será equipado com sistemas de aviônica projetados pela Kret.

"Ele será equipado com um grande número de nossos dispositivos. É um dirigível bem grande. Em primeiro lugar, se ele for usado pelo Ministério da Defesa, irá fornecer suporte para transporte de equipamento militar", ressaltou Mikheev.

A Kret é a maior empresa de produção de sistemas de rádio-eletrônica da Rússia e forma parte da corporação estatal Rostec. A companhia é composta por mais de 95 empresas e organizações que desenvolvem e fabricam produtos rádio-eletrônicos civis e militares.



Postar um comentário