Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Rússia e Índia ampliam parceria nas áreas de defesa e aeroespacial

A visita do premiê Narendra Modi imprimirá um novo impulso à cooperação Rússia-Índia na área de defesa e elevará o nível da parceria estratégica entre os países. Essa foi a conclusão de um relatório da Associação de Câmaras da Indústria e do Comércio do país asiático (The Associated Chambers of Commerce and Industry of India - ASSOCHAM).


Sputnik

O chefe de Estado indiano participará das Cúpulas do BRICS e da Organização para Cooperação de Xangai (OCX), a serem realizadas na Rússia em 8 e 9 de julho. Às vésperas do ingresso da Índia na OCX, o secretário-geral da ASSOCHAM, D.S.Rawat, disse aos jornalistas que “a Rússia é um aliado de longa data e sempre fiel à Índia. No entanto, por motivos geopolíticos, o país ficou isolado pelo Ocidente. Índia deve ficar ao lado dos amigos e desenvolver a sua cooperação econômica nesse momento, quando a Rússia precisa disso. O nosso primeiro-ministro deve anunciar em alto e bom som que Índia segue sendo um amigo de confiança da Rússia”. 


Presidente russo Vladimir Putin e Primeiro-Ministro da Índia Narendra Modi
Narendra Modi e Vladimir Putin © Sputnik/ Michael Klimentyev

Segundo especialistas, a balança comercial entre Índia e Rússia, de 7 de bilhões de dólares, está muito abaixo das possibilidades dos dois países. Os investimentos mútuos também não são altos. No entanto, o ingresso da Índia na OCX, bem como a realização de uma série de projetos econômicos em fase de elaboração, podem alterar a situação de modo cardinal.

Um desses projetos será o Corredor de Transporte “Norte-Sul”, que conectará Índia, Irã e Rússia. A realização desse projeto está na pauta da reunião de Narendra Modi com Valdimir Putin e chefes de Estado dos países da Ásia Central.

Além disso, Rússia e Índia já começaram a estudar a viabilidade da construção de um gasoduto entre os países.

Em 6 de julho, o assessor do presidente russo, Yuri Ushakov, anunciou que a Rússia está pronta para participar do projeto indiano de construir 25 reatores nucleares. O projeto pode ser viabilizado graças à positiva experiência de construção da usina nuclear de Kudankulam, realizada na Índia pela estatal russa Rosatom.

A cooperação militar entre os dois países, por outro lado, já não se limita mais à relação de compra e venda. Moscou e Deli estão desenvolvendo tecnologias e armamentos em parceria.

“O sistema de mísseis BrahMos é um exemplo dessa parceria”, exemplifica o relatório da ASSOCHAM. “O desenvolvimento conjunto de aeronave militar de quinta geração, aeronaves de transporte e a produção de caças Su-30 e tanques T-90 são outros exemplos de programas de cooperação dos dois países”.

Por fim, os especialistas da associação indiana propuseram a criação de uma zona econômica especial para projetos conjuntos entre os países nas áreas de defesa e aeroespacial.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas