Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria

Os helicópteros norte-americanos tiraram terroristas do Daesh de uma prisão na cidade síria de Al-Hasakah, informou uma fonte local à Sputnik.
Sputnik

"Habitantes locais viram do telhado helicópteros estadunidenses aterrissando no território de uma prisão local, controlada pelos curdos, para tirar de lá terroristas do Daesh", afirmou a fonte — que preferiu não ser identificada — em Al-Hasakah à Sputnik Árabe.


Além disso, há informações que os militares norte-americanos estariam trazendo para a prisão várias munições, porque planejam criar no lugar uma base.

Anteriormente, a mídia iraquiana comunicou que helicópteros dos EUA tinham transportado membros do grupo Daesh (proibido na Rússia) da prisão central de Al-Hasakah para sua base perto do povoado Abu Hajar, no leste da Síria.

De acordo com fontes locais, na prisão de Al-Hasakah, muito bem fortificada, estariam encarcerados cerca de 100 terroristas, a maioria de cidadania estrangeira. Especialistas sírios acham que são os mesmos…

Rússia é maior ameaça para os EUA, diz general americano

A "Rússia representa a maior ameaça para a segurança nacional", declarou o candidato a chefiar o Estado maior Conjunto das forças armadas dos EUA, general Joseph Dunford.


Sputnik

Dunford disse ainda que a atuação da Rússia — uma potência nuclear — é alarmante e contradiz os interesses nacionais dos Estados Unidos.


General Joseph Dunford
© AP Photo/ Cliff Owen

Os EUA, destacou o militar, deve tomar medidas para melhorar sua estratégia dissuasiva e responder à "ameaça híbrida" que a Rússia representa.

O general americano apontou ainda que os EUA devem fornecer armas à Ucrânia para conter a "agressão" russa, que Washington considera como responsável pela crise no país.

Dunford declarou também que é importante manter "o quanto for possível" contatos militares com a Rússia para minimizar o risco de "erros de cálculo" e ir recuperando a confiança mútua.


Postar um comentário