Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Rússia faz disparo de mísseis supersônicos em treinamento no mar de Okhotsk

O Ministério da Defesa da Rússia confirmou nesta sexta-feira (10) que a tripulação da Frota do Pacífico disparou mísseis supersônicos de cruzeiro Moskit durante exercícios com cruzadores da Marinha russa no mar de Okhotsk.


Sputnik

“Os navios das Forças Conjuntas Primorsky entraram no mar para completar um conjunto de tarefas após a transferência do mar do Japão para a região sul do mar de Okhotsk. Os cruzadores realizaram uma série de exercícios de defesa aérea e habilidades para disparar mísseis”, disse o porta-voz da Frota do Pacífico, Capitão Roman Martov.


A Moskit supersonic anti-ship missile is launched from a missile boat
Lançamento do míssil supersônico Moskit © Sputnik/ Ildus Gilyazutdinov

Em 6 de julho, o oficial anunciou treinos de disparo de mísseis para grupos de navios da Frota do Pacífico. Segundo ele, os navios de guerra russos fariam a simulação de um enfrentamento com um inimigo e a realização de contra-ataques.

De acordo com o Ministério da Defesa russo, a Rússia realizará pelo menos 4 mil treinamentos militares ao longo de 2015.


Postar um comentário