Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Rússia faz disparo de mísseis supersônicos em treinamento no mar de Okhotsk

O Ministério da Defesa da Rússia confirmou nesta sexta-feira (10) que a tripulação da Frota do Pacífico disparou mísseis supersônicos de cruzeiro Moskit durante exercícios com cruzadores da Marinha russa no mar de Okhotsk.


Sputnik

“Os navios das Forças Conjuntas Primorsky entraram no mar para completar um conjunto de tarefas após a transferência do mar do Japão para a região sul do mar de Okhotsk. Os cruzadores realizaram uma série de exercícios de defesa aérea e habilidades para disparar mísseis”, disse o porta-voz da Frota do Pacífico, Capitão Roman Martov.


A Moskit supersonic anti-ship missile is launched from a missile boat
Lançamento do míssil supersônico Moskit © Sputnik/ Ildus Gilyazutdinov

Em 6 de julho, o oficial anunciou treinos de disparo de mísseis para grupos de navios da Frota do Pacífico. Segundo ele, os navios de guerra russos fariam a simulação de um enfrentamento com um inimigo e a realização de contra-ataques.

De acordo com o Ministério da Defesa russo, a Rússia realizará pelo menos 4 mil treinamentos militares ao longo de 2015.


Postar um comentário