Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Rússia pode ser parceira da Índia em projeto de porta-aviões

O porta-aviões Vikramaditya, construído em estaleiros da Rússia, é a principal embarcação da Marinha indiana e é uma das unidades de combate mais poderosas do Oceano Índico.


Sputnik

A Rússia parece o parceiro mais provável da Índia na construção do porta-aviões IAC-2 e no fornecimento de caças, afirmou à Sputnik nesta quarta-feira um representante do Centro para Análise do Comércio Mundial de Armas (TSAMTO).


Flight Deck of Vikramaditya Aircraft Carrier
 INS Vikramaditya © Foto: Indian Navy

Anteriormente, a Índia já havia recorrido à companhia russa Rosoboronexport, assim como a empresas americanas, britânicas e francesas com pedidos para a participação no desenvolvimento e na construção do porta-aviões indiano moderno que pesará 65 toneladas.

O representante do TSAMTO argumenta que a cooperação baseada em tecnologia russa será lucrativa para os dois países. O porta-aviões Vikramaditya — uma unidade central da Marinha indiana — foi produzido originalmente na Rússia. Seria lógico que a Índia equipasse a embarcação com caças MiG-29K / KUB — os mesmos usados a bordo do Vikramaditya.

Ele também lembrou que a Rússia contribuiu ativamente para a modernização da Marinha indiana com o fornecimento de submarinos classe Kilo e fragatas do Projeto 11356.


Postar um comentário