Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Rússia pode ser parceira da Índia em projeto de porta-aviões

O porta-aviões Vikramaditya, construído em estaleiros da Rússia, é a principal embarcação da Marinha indiana e é uma das unidades de combate mais poderosas do Oceano Índico.


Sputnik

A Rússia parece o parceiro mais provável da Índia na construção do porta-aviões IAC-2 e no fornecimento de caças, afirmou à Sputnik nesta quarta-feira um representante do Centro para Análise do Comércio Mundial de Armas (TSAMTO).


Flight Deck of Vikramaditya Aircraft Carrier
 INS Vikramaditya © Foto: Indian Navy

Anteriormente, a Índia já havia recorrido à companhia russa Rosoboronexport, assim como a empresas americanas, britânicas e francesas com pedidos para a participação no desenvolvimento e na construção do porta-aviões indiano moderno que pesará 65 toneladas.

O representante do TSAMTO argumenta que a cooperação baseada em tecnologia russa será lucrativa para os dois países. O porta-aviões Vikramaditya — uma unidade central da Marinha indiana — foi produzido originalmente na Rússia. Seria lógico que a Índia equipasse a embarcação com caças MiG-29K / KUB — os mesmos usados a bordo do Vikramaditya.

Ele também lembrou que a Rússia contribuiu ativamente para a modernização da Marinha indiana com o fornecimento de submarinos classe Kilo e fragatas do Projeto 11356.


Postar um comentário