Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Sistema russo bloqueará sinais de satélite e desligará mísseis inimigos

O diretor-adjunto da Concern Tecnologias Radio-Electrônicas, Yuri Maevskiy, anunciou que engenheiros russos estão trabalhando em um novo sistema de supressão de sinais que poderiam bloquear mísseis de cruzeiro e comunicação de satélites.


Sputnik


Surveillance Satellite
© flickr.com/ US Air Force

Segundo ele, o novo sistema de alta tecnologia será capaz de desligar mísseis de cruzeiro e outras armas de alta precisão, bem como bloquear os sinais de satélites militares estrangeiros. O equipamento será instalado no chão, no mar ou no ar. No entanto, não está prevista uma variante baseada no espaço porque isso violaria tratados internacionais.

O sistema de supressão de sinais será parte da defesa aérea e do escudo contra mísseis balísticos da Rússia. O equipamento estará pronto para testes no final do ano.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas