Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Países muçulmanos reconhecem Jerusalém como capital do Estado da Palestina

Os países da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) acordaram nesta quarta-feira reconhecer Jerusalém Oriental como capital do Estado da Palestina e convidaram as outras nações a fazer o mesmo, em resposta à decisão dos EUA de declarar Jerusalém como capital de Israel.
EFE

"Declaramos Jerusalém Oriental como capital do Estado da Palestina e convidamos todos os países a reconhecer o Estado da Palestina com Jerusalém Oriental como sua capital ocupada", indica a minuta da declaração preparada nesta quarta-feira em Istambul por esta organização, formada por 57 países de maioria muçulmana.


A OCI, formada por 57 países de maioria muçulmana, inclui desde sua fundação em 1969 a Palestina como membro pleno, com sua capital em Jerusalém.

O documento, apresentado pelos "reis, chefes de Estado e de Governo dos Estados membros da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)", apresenta em 23 pontos a postura do mundo muçulmano perante a decisão dos EUA.

Nesse texto, a OCI &quo…

Sistema russo bloqueará sinais de satélite e desligará mísseis inimigos

O diretor-adjunto da Concern Tecnologias Radio-Electrônicas, Yuri Maevskiy, anunciou que engenheiros russos estão trabalhando em um novo sistema de supressão de sinais que poderiam bloquear mísseis de cruzeiro e comunicação de satélites.


Sputnik


Surveillance Satellite
© flickr.com/ US Air Force

Segundo ele, o novo sistema de alta tecnologia será capaz de desligar mísseis de cruzeiro e outras armas de alta precisão, bem como bloquear os sinais de satélites militares estrangeiros. O equipamento será instalado no chão, no mar ou no ar. No entanto, não está prevista uma variante baseada no espaço porque isso violaria tratados internacionais.

O sistema de supressão de sinais será parte da defesa aérea e do escudo contra mísseis balísticos da Rússia. O equipamento estará pronto para testes no final do ano.


Postar um comentário