Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Sobe para cinco o número de mortos em atentado nos EUA

Correio do Brasil, com Reuters - de Chattanooga, Tennessee, EUA

Um suboficial da Marinha dos Estados Unidos morreu após ser ferido em um tiroteio nessa semana em Chattanooga, no Estado do Tennessee, disse a Marinha norte-americana neste sábado, elevando para cinco o número de pessoas assassinadas no atentado.


Um novo atentado contra militares norte-americanos deixou o país perplexoUm novo atentado contra militares norte-americanos deixou o país perplexo

O atirador suspeito, o kuwaitiano naturalizado nos EUA Mohammod Youssuf Abdulazeez, também morreu em uma troca de tiros com a polícia após os ataques contra um escritório de recrutamento militar e um centro de treinamento.

O breve comunicado da Marinha não identificou o suboficial morto ou forneceu sua idade e origem.

A avó da vítima, no entanto, o identificou como o suboficial de segunda classe Randall Smith, de Paulding, no Estado de Ohio, que deixou para trás esposa e três filhas pequenas. “Ele era um jovem fabuloso”, disse Derlene Proxmire à agência inglesa de notícias Reuters.

Quatro fuzileiros navais dos EUA também foram mortos no incidente e outras duas pessoas, um fuzileiro naval e um policial, ficaram feridas.

Passadas pouco mais de 24 horas após o tiroteio, a Agência Federal de Investigação norte-americana (FBI, na sigla em inglês) disse que continua a investigar o ataque como um ato de terrorismo, acrescentando ser “prematuro” especular suas motivações.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas