Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Submarino misterioso é encontrado em águas suecas

Meses depois que rumores sobre submarinos russos na Suécia mostraram-se falsos, o país nórdico faz alarde de situação semelhante. Nesta segunda-feira, uma equipe de exploradores do país alegou ter descoberto um misterioso mini-submarino em águas suecas.


Sputnik

Em outubro, autoridades de Estocolmo alegaram possuir provas de uma missão russa. Uma foto granulada registrada na costa sueca mostrava o que pareciam ser duas embarcações no horizonte. O governo do país decidiu que tratavam-se de dois submarinos russos.




De maneira nada surpreendente, as acusações se mostraram vazias. "Não era um submarino", disse Ola Truedsson, comandante da divisão naval das forças armadas da Suécia. "Estamos afirmando isso para esclarecer que o que parecia um submarino na fotografia agora sabemos que era um navio civil", disse, em comunicado.

A paranoia sueca, no entanto, continua. Nesta segunda-feira, o time de exploradores conhecido como Ocean X Team anunciou a descoberta de um pequeno submergível que naufragou em águas suecas. Baseado puramente em "caracteres cirílicos", o submarino está sendo rotulado como pertencente à Marinha russa.

"O submarino tem 20 metros de comprimento e três metros e meio de largura", diz o comunicado do Ocean X Team. "Não está clara a idade do submarino nem por quanto tempo ele está no fundo do mar, mas as letras cirílicas no casco indicam que é uma embarcação russa."


A existência da embarcação foi confirmada pelas Forças Armadas suecas, mas a localização não foi divulgada.

Há uma série de detalhes misteriosos em relação ao naufrágio. O Ocean X Team aparentemente suspeita que a tripulação ainda está a bordo, já que as escotilhas continuam fechadas.

"O submarino está completamente intacto, não mostra danos visíveis ao casco, e as escotilhas estão fechadas. Portanto, tememos que a tripulação não tenha conseguido se salvar quando a embarcação naufragou…"

Segundo o jornal sueco Expressen, autoridades também suspeitam que a embarcação tenha estado envolvida em "uma missão secreta." A conclusão é baseada da presunção de que qualquer submarino legítimo teria enviado sinais de alerta pedindo ajuda no caso de uma emergência.

"Pode muito bem ser um submarino russo que falhou por razões desconhecidas", disse o consultor de segurança sueco Joakim von Braun ao jornal Expressen.



Postar um comentário