Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria

Os helicópteros norte-americanos tiraram terroristas do Daesh de uma prisão na cidade síria de Al-Hasakah, informou uma fonte local à Sputnik.
Sputnik

"Habitantes locais viram do telhado helicópteros estadunidenses aterrissando no território de uma prisão local, controlada pelos curdos, para tirar de lá terroristas do Daesh", afirmou a fonte — que preferiu não ser identificada — em Al-Hasakah à Sputnik Árabe.


Além disso, há informações que os militares norte-americanos estariam trazendo para a prisão várias munições, porque planejam criar no lugar uma base.

Anteriormente, a mídia iraquiana comunicou que helicópteros dos EUA tinham transportado membros do grupo Daesh (proibido na Rússia) da prisão central de Al-Hasakah para sua base perto do povoado Abu Hajar, no leste da Síria.

De acordo com fontes locais, na prisão de Al-Hasakah, muito bem fortificada, estariam encarcerados cerca de 100 terroristas, a maioria de cidadania estrangeira. Especialistas sírios acham que são os mesmos…

Alemanha gasta 20 milhões de euros a mais por exercícios na Ucrânia

Um porta-voz do Ministério da Defesa alemão afirmou que o país irá aumentar de 70 para 90 milhões de euros seus gastos militares em virtude dos exercícios militares da OTAN na Ucrânia.


Sputnik

Um total de 154 mil soldados da Bundeswehr participarão de exercícios militares internacionais este ano. O número é pouco menor do que em 2014 (160 mil), mas mais do que o dobro se comparado com 2013 (73 mil).


Soldados da OTAN em exercício chamado Saber Junction no sul da Alemanha
© AP Photo/ Matthias Schrader

Apenas na Polônia e nos países bálticos há 4.400 soldados alemães envolvidos em 16 exercícios diferentes. Mais de 35 mil soldados, de 35 países, incluindo três mil alemães, participarão do exercício "Trident Juncture", em Itália, Espanha e Portugal, de 28 de setembro a 16 de outubro.

O Partido de Esquerda alemão critica as manobras. De acordo com um de seus integrantes, Heike Hensel, o propósito das atividades é agravar relações com a Rússia e colocar sob ameaça a ordem pacífica que existe na Europa.


Postar um comentário