Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Diferentes e parecidos: em que aspectos F-16 e MiG-29 se desafiam

Famoso, leve, universal e ainda relevante: há 40 anos, em 15 de agosto de 1978, a Força Aérea dos EUA adotou em serviço um caça multifuncional de quarta geração – o F-16.
Sputnik

No total, até 2018, mais de 4.500 aeronaves desse tipo foram construídas. Por sua produção em massa o "falcão de ataque", como os pilotos batizaram respeitosamente a aeronave, é um recorde mundial absoluto entre os caças leves. E por suas capacidades de voo e combate o F-16 figura ao mesmo nível dos principais concorrentes – os caças soviéticos e russos MiG-29.

Nesta matéria, a Sputnik apresenta as semelhanças e diferenças entre esses projetos, implementados quase simultaneamente.

Pequeno e armado

Na década de 1970, antes da introdução do caça pesado F-15 Eagle, a Força Aérea dos EUA percebeu que necessitava de um aparelho mais barato, simples e tecnologicamente avançado – um caça tático leve para obter superioridade aérea local. Cinco empresas norte-americanas apresentaram seus projetos. O Pentágono con…

Caça russo T-50 confirma expectativas e apresenta excelentes resultados em voos de teste

O comandante das Forças Aéreas e Espaciais da Rússia, General Viktor Bondarev, afirmou nesta quarta-feira (26) que o caça russo de quinta geração T-50, criado pelo Ministério da Defesa do país, apresentou excelentes resultados durante os voos de teste para confirmar as suas características avançadas.


Sputnik

O oficial exaltou as qualidades do caça russo durante o Salão Aeroespacial de Moscou (MAKS) 2015. A exposição está acontecendo em Zhukhovsky, nos arredores da capital da Rússia, até o domingo (30).


Caças de quinta geração T-50
© Sputnik/ Grigori Sysoev

“Os testes estão em pleno andamento. Foram voos para teste de lançamento de mísseis em combate. O caça mostrou excelentes resultados. Pretendemos comprar a primeira produção em série do T-50 já no próximo ano”, disse Bondarev, observando que o caça também conhecido como PAK FA mostrou alta qualidade de voo durante a demonstração de terça-feira (25) em Zhukovsky.


Ele falou apenas alguns dias depois de relatos de que o T-50 está equipado com um sistema de orientação de arma sofisticado, oferecendo ao piloto a capacidade de atingir um alvo mesmo quando já não esteja em seu campo de visão. O vice-chefe da Kret (empresa que desenvolveu 70% dos aviônicos do PAK FA), Vladimir Mikheyev, elogiou a aeronave classificando-a como um “robô voador”.

O T-50, ou PAK FA, é um caça bimotor de assento único desenhado pelo Sukhoi Design Bureau. Suas características o tornam o melhor de sua classe, comparando-se com outros similares no mundo. É a primeira aeronave operacional no serviço russo a usar a tecnologia stealth, de invisibilidade.

Especialistas afirmam que o T-50 será capaz de superar os caças de quinta geração F-22 e F-35 da Força Aérea dos EUA. A aeronave russa substituirá o avião de combate de quarta-geração Sukhoi Su-27, que entrou em serviço na Força Aérea Soviética em 1985, e os Mig-29, que estão em serviço desde 1983.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas