Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Estados Unidos elaboram sistema transportável de luta contra drones

A companhia norte-americana Sierra Nevada elaborou uma instalação compacta para luta contra drones que pode ser instalada em picapes e funcionar eficazmente durante o movimento, informa o portal Defense News.
Sputnik

O novo sistema chamado X-Madis pode detectar, identificar e atingir os alvos com meios de guerra eletrônica mesmo em movimento à velocidade de até 80 km/h. Entretanto, para usar o sistema basta um só operador que o poderá dirigir da cabine do veículo, comunica o portal.

Segundo explicaram na companhia, o X-Madis pode ser instalado em várias plataformas móveis, tais como picapes pesadas, veículos todo-o-terreno leves ou barcos.

Além disso, o sistema já foi testado em vários tipos de veículos militares que estão em serviço do exército norte-americano.

O novo dispositivo foi apresentado na exposição SOFIC 2018 que atualmente está sendo realizada em Tampa, no estado norte-americano da Flórida.

Equipes de 13 países se enfrentam no 3º Biatlo de Tanques

Torneio que acontece no campo militar de Alabino, na região de Moscou, reúne 13 equipes de diferentes países. Modalidade criada na Rússia é uma das atrações dos Jogos Internacionais do Exército.


TATIANA RUSSAKOVA | GAZETA RUSSA

O Biatlo de Tanque faz parte de uma série de competições dos Jogos Internacionais do Exército, que começaram no sábado passado (1). O torneio de três semanas é disputado entre combatentes das forças armadas de 14 países. Só no Biatlo de Tanques há 13 equipes organizadas em quatro grupos.



Tanques passam por corrida individual, perseguição e revezamento Foto: Assessoria de Imprensa

“A Federação está fazendo de tudo para que o Biatlo de Tanques deste ano seja grandioso, dentro do espírito de competição e fair play”, declarou o presidente da Federação Internacional de Biatlo de Tanques, Aleksandr Stoliarov, antes do início da competição.

Venezuela, Nicarágua, Sérvia e Tadjiquistão foram os primeiros a começar o percurso. Rússia, Angola e Mongólia são os próximos. O terceiro grupo é composto por Armênia, China e Índia. Quirguistão, Kuwait e Cazaquistão fecham a disputa.

O mais novo participante do torneio é a Nicarágua, que manifestou recentemente a intenção de comprar tanques russos T-72B – modelo usado por quase todas as tripulações no biatlo.

O principal prêmio para as equipes estrangeiras é o novo tanque principal de combate do Exército russo, o T-90S. No ano passado, o veículo foi entregue para a equipe da Armênia.

Os Jogos Internacionais do Exército ocorrem em 11 campos militares de três regiões militares diferentes, da Sibéria a Kuban. O programa de competições inclui 14 modalidades terrestres, aéreas e navais.

7 km de dificuldades

O Biatlo de Tanques é uma modalidade criada na Rússia. Tripulações dos chamados Tanques Principais de Combate (MBT) se enfrentam em um misto de competição e entretenimento militar.

A competição se dá por etapas: corrida individual de 3 km, perseguição e revezamento. As provas envolvem técnica na condução de tanques, velocidade e precisão dos disparos com armas primárias e secundárias.

O percurso total, com 7,1 km de comprimento, inclui um sprint de alta velocidade, área de tiro e obstáculos composta por barrancos, campos minados, encostas, trajeto por fogo contrário, valas antitanque, cenário para manobras com muros, morros e uma ponte militar.

Tanques da paz

Durante a competição haverá um festival dedicado aos momentos mais importantes da história militar russa, como a Batalha de Kulikovo, a vitória contra a intervenção polonesa em 1612, a Batalha de Poltava, de Borodinó e as da Grande Guerra Patriótica.

Também será retratado o momento contemporâneo, mas não relacionado com atividades militares, e sim a paz e tranquilidade.



Postar um comentário