Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Exercícios navais russo-chineses começam no Extremo Oriente russo

Hoje (21) na região Primorsky se iniciaram exercícios navais russo-chineses, segundo o porta-voz do Distrito Militar do Leste.


Sputnik

“No dia 21 de agosto o estado-maior conjunto fez iniciar exercícios navais russo-chineses ‘Cooperação Marítima-2015(II)”, disse Roman Martov, capitão da 1ª categoria.


Exercícios navais russo-chineses ‘Cooperação Marítima-2015(II)
© Sputnik/ Yulia Kaminskaya

O objetivo principal dos exercícios é aperfeiçoamento das ações conjuntas no mar, no ar e na terra.

Nos exercícios são envolvidos cerca de 20 navios de guerra russos e navios auxiliares, tal como aviões e helicópteros navais, de acordo com o Ministério da Defesa russo.

Se espera que a China envie seis helicópteros, cinco aviões e cerca de 200 soldados para participar dos exercícios entre os dois países em agosto.

Os exercícios militares conjuntos são realizados no golfo de Pedro, o Grande, o maior golfo no mar do Japão, perto da cidade estratégica portuária russa de Vladivostok.

Os marinheiros russos e chineses vão treinar a defesa antiaérea, antinavio, antissubmarino, antissabotagem.

Agora se realiza a segunda etapa dos exercícios “Cooperação Marítima-2015” que continuará até 28 de agosto.

A primeira etapa ocorreu em maio no mar Mediterrâneo e foi avaliada altamente pelo comando russo e chinês.

Alguns especialistas do Ocidente estão preocupados com o fato de que a Rússia e a China estão a criar um novo centro de força contra a OTAN liderada pelos EUA. No entanto, Moscou e Pequim tem afirmado que os exercícios não estão dirigidos contra outros países e demonstram aspirações para o mundo sem alianças militares e para a estabilidade.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas