Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan diz que Turquia continuará operação na Síria, pactuada com Moscou

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que seu país não interromperá sua operação militar lançada no sábado contra as milícias curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e insistiu que esta operação está pactuada com a Rússia.
EFE

"Não vamos retroceder em Afrin. Falamos com os russos e há consenso", disse o político islamita em relação à região do norte da Síria nas mãos das milícias curdas Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera terroristas e aliadas da guerrilha curda da Turquia, o PKK.


Erdogan voltou a acusar os EUA de armar e apoiar as YPG, aliadas de Washington contra o grupo jihadista Estado Islâmico.

"Não são honestos conosco. Continuaremos o nosso caminho no marco das conversações que mantemos com a Rússia", apontou.

"Queríamos comprar armas (com os EUA). Não nos deram e entregaram as mesmas armas a organizações terroristas. Que tipo de aliança estratégica é essa?", afirmou o presidente da T…

Forças Aéreas e Espaciais da Rússia estão recebendo 1.000 novos aviões e helicópteros

O comandante das Forças Aéreas e Espaciais russas, General Viktor Bondarev, afirmou nesta quarta-feira (12) que estas unidades terão recebido, aproximadamente, 1.000 novos aviões e helicópteros até 2020.


Sputnik

De acordo com o programa de rearmamento da Rússia, avaliado em US$ 325 bilhões, aeronaves de quarta geração estão sendo substituídas por novos modelos, aumentando até 2020 a quantidade de equipamento militar atualizado para 70%. Além disso, a produção do bombardeiro estratégico Tu-160 será renovada, com as novas versões modernizadas programadas para entrar em serviço em 2021.


Tu-160 Blackjack strategic bomber
Tupolev Tu-160 Blackjack © Fotobank.ru/Getty Images

“De 1992 a 2012, a Força Aérea recebeu praticamente nada, exceto para algumas unidades de equipamentos e nada muito moderno. A partir de 2012, nós recebemos mais de 300 aviões e helicópteros e, em 2020, esse número estará perto de 1.000 novos aviões e helicópteros, além dos aviões e helicópteros modernizados”, disse Bondarev durante uma entrevista ao vivo no canal de TV Rossiya-24.


O comandante acrescentou que as Forças Aéreas e Espaciais esperam receber o primeiro bombardeiro estratégico supersônico Tu-160 Blackjack modernizado em 2021. O avião tem asas de varredura variável e foi projetado para atingir alvos em todo o mundo com armas nucleares e convencionais.

Em 2013, o Ministério da Defesa russo assinou um contrato com a companhia Kazan Tupolev Aviões, responsável pelo projeto, no valor de 3,4 bilhões de rublos, aproximadamente US$ 66 milhões, para atualizar três bombardeiros Tu-160.

Postar um comentário