Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Hollande nega acordo para rescindir contrato de navios Mistral

França e Rússia ainda não entraram em acordo nos termos da rescisão do contrato para a entrega dos navios da classe Mistral a Moscou, afirmou o presidente francês.


Sputnik

O presidente da França, François Hollande, negou os relatos de que Moscou e Paris haviam chegado a um acordo para a rescisão do contrato de entrega dos porta-helicópteros Mistral.


Vladivostok, navio do tipo Mistral
© Sputnik/ Grigoriy Sisoev

"Não chegamos a um acordo ainda", disse Hollande, citado pela RTL.

Na quinta-feira, o assistente do Presidente Vladimir Putin para cooperação técnico-militar, Vladimir Kozhin, afirmou que os países haviam chegado a um acordo.

Nesta sexta, veículos da imprensa russa chegaram a informar até o montante exato da compensação que seria paga pela França à Rússia: 1,16 bilhão de euros. O valor cobriria o adiantamento e os custos adicionais que Moscou teve durante o treinamento da tripulação, a criação de infraestrutura para embarcações na estação em Vladivostok e o desenvolvimento de quatro protótipos de pré-produção dos helicópteros Ka-52K.

Rússia e França assinaram um contrato no valor de 1,2 bilhão de euros para a entrega de dois navios de assalto anfíbios da classe Mistral. Entretanto, em novembro de 2014, a França suspendeu o contrato, alegando que Moscou estaria participando do conflito na Ucrânia.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas