Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Índia cancela programa MMRCA mas competição deve ser retomada

Poder Aéreo

O programa indiano MMRCA de caças, avaliado em US$ 20 bilhões, foi finalmente encerrado pelo governo indiano. Apesar do Rafale ter sido declarado o vencedor em 2012, indianos e franceses não conseguiram chegar a um acordo para a assinatura do contrato.


India_MMRCA-61021-700x398

Em abril deste ano Nova Delhi decidiu comprar apenas 36 caças Rafale de prateleira, sem transferência de tecnologia.

A Índia planejava comprar 126 caças para subsituir seus velhos MiG-21, MiG-27 e Jaguar. De acordo com o planejamento, 108 aviões seriam montados na Índia e 18 importados.

Os 36 aviões Rafale vão cobrir apenas parte da lacuna de caças e por isso uma nova concorrência deve ser retomada, segundo fontes indianas.

Os antigos concorrentes devem retornar com novas capacidades e novos preços.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas