Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Militares chineses pedem ajuda ao Brasil com treinamento na selva

Oficiais militares da China pediram ajuda ao Exército brasileiro no desenvolvimento de um programa de treinamento para combates na selva.


Sputnik

"Eles nos solicitaram a disponibilização de vários oficiais de treinamento com conhecimento de combates na selva para ajudá-los no desenvolvimento de seu próprio programa na China", explicou o coronel Alcimar Marques de Araújo Martins, comandante do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), segundo o site Defense News.




O coronel disse também que um acordo prévio previa a presença de militares chineses em treinamento nas instalações do CIGS, em Manaus, mas o comando da China, que mantém fronteiras com vários países em regiões com florestas, mudou de ideia e preferiu ter brasileiros em seu território. Ainda não há previsão de data para a viagem dos instrutores do CIGS.

Em abril, o CIGS recebeu uma delegação da China liderada pelo almirante Sun Jianguo, vice-chefe do Estado Maior do Exército Popular de Libertação, e composta por 14 oficiais das forças armadas do país. Na ocasião, a delegação asiática conheceu as atividades realizadas pelo CIGS.


Postar um comentário