Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Militares chineses pedem ajuda ao Brasil com treinamento na selva

Oficiais militares da China pediram ajuda ao Exército brasileiro no desenvolvimento de um programa de treinamento para combates na selva.


Sputnik

"Eles nos solicitaram a disponibilização de vários oficiais de treinamento com conhecimento de combates na selva para ajudá-los no desenvolvimento de seu próprio programa na China", explicou o coronel Alcimar Marques de Araújo Martins, comandante do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), segundo o site Defense News.




O coronel disse também que um acordo prévio previa a presença de militares chineses em treinamento nas instalações do CIGS, em Manaus, mas o comando da China, que mantém fronteiras com vários países em regiões com florestas, mudou de ideia e preferiu ter brasileiros em seu território. Ainda não há previsão de data para a viagem dos instrutores do CIGS.

Em abril, o CIGS recebeu uma delegação da China liderada pelo almirante Sun Jianguo, vice-chefe do Estado Maior do Exército Popular de Libertação, e composta por 14 oficiais das forças armadas do país. Na ocasião, a delegação asiática conheceu as atividades realizadas pelo CIGS.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas