Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Ministério da Defesa da Rússia mantém segredo sobre as armas do caça T-50

Apesar de uma série de detalhes técnicos e especificações sobre o caça russo Sukhoi PAK FA (também conhecido como T-50) já ser conhecida do público em geral, o principal mistério em torno do mais novo avião ainda continua desconhecido. Seria com respeito a que armas levará.


Sputnik

Em uma entrevista ao canal de televisão russo Zvezda, o chefe do Centro de Testes de Voo Chkalov do Ministério da Defesa, Radik Bariev, aumentou o mistério sobre o armamento do PAK FA. Enquanto o Su-35 Fighter tem 12 locais de montagem para bombas e mísseis, o T-50, à primeira vista, não teria nenhum.


Caça PAK FA em vôo.
© flickr.com/ Mario Sainz Martínez

“Ele não têm armas. Deixe que as pessoas sonhar um pouco e usar sua imaginação. Ele também tem locais para montagem de armas. Ele tem tudo o que precisa, e ainda mais”, afirmou Bariev Zvezda.

De acordo com o militar russo, o armamento é uma das características mais marcantes do mais novo avião e, portanto, ainda é mantido em segredo. O único jato bimotor lutador, primeiro avião operacional russo a usar a tecnologia stealth, é projetado para alcançar a supremacia aérea e ajudar em ataques terrestres.

Além de sua capacidade de voar a velocidades bem acima do nível Mach 2, ou seja superiores a duas vezes a velocidade do som ou aproximadamente 2.500 Km/h, o T-50 possui outras características ainda mais importantes, como a invisibilidade aos radares, armas poderosas e alta manobrabilidade.

O T-50 possui tecnologias inovadoras, sistemas aviônicos avançados e carrega o sistema de navegação inercial atualizado BINS-SP2M, que processa informações de navegação e voo de forma autônoma, determina parâmetros de posição e movimento na ausência de navegação por satélite e pode se integrar com o GLONASS, sistema de navegação por satélite da Rússia baseada no espaço.

Em dezembro de 2014, a United Aircraft Corporation anunciou que a produção do lutador estava pronto para começar em 2016. Cinquenta e cinco jatos PAK FA serão entregues para a Força Aérea da Rússia até 2020.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas