Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Novo MiG-35 pode substituir antigos caças do Vietnã

A Rússia pode vender novos caças MiG-35 ao Vietnã, não obstante outros países do Sudeste Asiático terem bastante interesse por estes aviões.


Sputnik

O caça MiG-35 pode substituir os caças de terceira geração MiG-21 que já têm bastante tempo de serviço, declarou o chefe da empresa MiG, Sergei Korotkov, à agência noticiosa russa RIA Novosti.


Artyom Mikoyan: o pai do MIG
© Sputnik/ Grigoriy Sisoev

O novo caça multiuso tem sistemas de localização e de informação de quinta geração.

Segundo Korotkov, o Sudeste Asiático é uma "região interessante" para o fabricante de aeronaves tendo em conta vendas futuras:

"De acordo com nossas avaliações, existem perspectivas definidas para o MiG-35 no Vietnã, onde a expetativa de vida dos caças MiG-21 está chegando ao fim".

Korotkov notou também que o interesse pelos caças MiG-35 está aumentando por parte da Índia, em parte por causa das limitações de fornecimento dos caças franceses Rafale. Os novos caças russos poderiam substituir a antiga frota aérea indiana e a questão já está sendo discutida nos círculos profissionais indianos, disse o chefe da empresa russa.

"Ao contrário dos MiG-29 'clássicos', do qual o MiG-35 herdou os conceitos aerodinâmicos, a nova máquina é multifuncional. Pode utilizar armamento de alta precisão contra alvos no ar, terra ou mar. Pode mesmo efetuar várias funções que anteriormente só eram confiadas a aviões de reconhecimento."

Atualmente o fabricante de aeronaves MiG está modernizando os aviões indianos MiG-29, em colaboração com empresas indianas, no âmbito do contrato assinado em 2010, no valor de $1,2 bilhões. A empresa também fornece caças MiG-29K à Índia.


Postar um comentário