Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

OTAN realiza maiores exercícios de tropas aerotransportadas desde fim da Guerra Fria

A OTAN iniciou os maiores treinamentos de tropas aerotransportadas desde o fim da Guerra Fria, transmite a agência France-Presse.


Sputnik

Nos exercícios, que durarão até 13 de Setembro, participam mais de 4,8 mil soldados da Bulgária, França, Alemanha, Grécia, Itália, Holanda, Polônia, Portugal, Espanha, Reino unido e EUA.


Forças Aéreas da OTAN, pára-quedistas
© flickr.com/ Exército dos EU

“Os treinamentos Swift Response 15 são o maior acontecimento no continente [europeu] desde o fim da Guerra Fria”, diz-se em um comunicado do exército americano.

O comunicado sublinha que a culminação das manobras terá lugar no dia 26 de Agosto, quando os aviões militares irão lançar mais de um milhar de paraquedistas e equipamento numa base em Hohenfels.

Na terça-feira (18) foi divulgado que as Marinhas da OTAN vão realizar os exercícios antissubmarino Dynamic Manta de 11 até 22 de setembro deste ano no mar Jônico, conforme a agenda do Comando Aliado das Operações da OTAN em 2015.

Estes exercícios são uma continuação da estratégia da OTAN de ampliação da sua atividade militar na Europa, que passa pelo fortalecimento das forças da reação rápida, aumento de número do contingente americano na Europa e alargamento do programa de exercícios e patrulhamento, assim como o crescimento das despesas militares. A Rússia declara que se trata de um aumento sem precedentes da atividade da OTAN perto das fronteiras russas.

Lembramos que, em 2014, a OTAN começou a reforçar a sua presença militar nos países do Leste Europeu que fazem fronteira com a Rússia, alegando um suposto envolvimento de Moscou na crise ucraniana.

A Rússia tem repetidamente negado as acusações e manifestou preocupação com o reforço da OTAN ao longo da sua fronteira ocidental, dizendo que o movimento poderá levar à desestabilização na região e no mundo.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas