Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Rússia entrega dois submarinos ao Vietnã

A Marinha Vietnamita recebeu este sábado, 1 de agosto, dois submarinos da classe Kilo, produzidos na Rússia.


Sputnik

Na cerimônia, realizada na base de Cam Ranh, na província de Khanh Hoa, a bandeira nacional vietnamita foi hasteada em cada um dos submarinos.


Foto do arquivo. Submarino diesel-elétrico construído para a Marinha do Vietnã no estaleiro na cidade russa de Svetly, na região de Kaliningrado.
Submarino diesel-elétrico construído para a Marinha do Vietnã no estaleiro na cidade russa de Svetly, na região de Kaliningrado. © SPUTNIK/ IGOR ZAREMBO
Durante o discurso oficial, o comandante da Marinha do Vietnã, o contra-almirante Pham Hoai Nam, disse que a entrega dos navios significa o começo de uma nova etapa na modernização da Marinha e das capacidades de combate do Exército Popular do Vietnã.

Os novos submarinos foram batizados de 184-Hai Phong e 185-Khanh Hoa, nomes de cidades costeiras do Vietnã.

Enquanto isso, a entrega foi realizada em meio de tensões no mar do Sul da China. E, nesta conexão, o almirante Pham Hoai Nam sublinhou que o reforço da Marinha vietnamita não visa criar uma corrida armamentista ou dissuadir outros países. Segundo ele, o único objetivo é proteger a soberania do país e garantir a paz na região.
Postar um comentário