Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Vítimas dos conflitos na Síria chegam a 240 mil

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH) divulgou novos números da guerra civil naquele país árabe. A ONG com sede em Londres afirmou que os conflitos na Síria já fizeram 240 mil vítimas, sendo 71,8 mil civis, incluindo 12 mil menores de idade.


Sputnik

O relatório do OSDH revelou que pouco mais de um terço deste total é formado por representantes das forças do governo sírio, que teriam perdido 88,6 mil membros. As baixas entre os grupos rebeldes chegam a 42,3 mil e entre os milicianos estrangeiros alcançam 34,4 mil. Há ainda outras três mil vítimas fatais cuja origem é desconhecida.


Explosão em Aleppo.
© AFP 2015/ George Ourfalian

Os desaparecidos são 30 mil, segundo o documento da ONG. Deste total, acredita-se que 20 mil pessoas possam estar encarcerados sejam pelas forças leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad, ou pelos grupos rebeldes, incluindo jihadistas do Estado Islâmico.

Na terça-feira (11), o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, receberá em Moscou o chanceler da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, para discutir o problema sírio. Eles também conversarão sobre o combate ao Estado Islâmico. A Rússia tem trabalhado intensamente por uma solução pacífica para a Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas