Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan diz que Turquia continuará operação na Síria, pactuada com Moscou

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que seu país não interromperá sua operação militar lançada no sábado contra as milícias curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e insistiu que esta operação está pactuada com a Rússia.
EFE

"Não vamos retroceder em Afrin. Falamos com os russos e há consenso", disse o político islamita em relação à região do norte da Síria nas mãos das milícias curdas Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera terroristas e aliadas da guerrilha curda da Turquia, o PKK.


Erdogan voltou a acusar os EUA de armar e apoiar as YPG, aliadas de Washington contra o grupo jihadista Estado Islâmico.

"Não são honestos conosco. Continuaremos o nosso caminho no marco das conversações que mantemos com a Rússia", apontou.

"Queríamos comprar armas (com os EUA). Não nos deram e entregaram as mesmas armas a organizações terroristas. Que tipo de aliança estratégica é essa?", afirmou o presidente da T…

Alemanha nega posicionamento de novas armas nucleares em seu território

O posicionamento de novos mísseis nucleares americanos em território alemão é apenas uma substituição de componentes obsoletos, afirmou o embaixador da Alemanha em Moscou, Rüdiger von Fritsch, em uma entrevista coletiva.


Sputnik

"Trata-se de substituir os componentes cuja vida útil expirou. O objetivo principal é manter a segurança das armas, e considero que isso beneficia todos", ressaltou.


Míssil nuclear americano
© AP Photo/ Charlie Riedel

O canal de TV alemão ZDF informou na semana passada que os Estados Unidos estavam realizando preparativos para posicionar bombas nucleares B61-12, recentemente atualizadas, na base aérea de Buechel, na Alemanha. Segundo o ZDF, a informação se baseava em uma revisão dos informes orçamentários federais dos Estados Unidos.

No entanto, o Ministério da Defesa alemão não confirmou o relatório. O Pentágono, por sua vez, declarou que os Estados Unidos não quebram nenhum acordo nuclear ao posicionar armas nucleares na Alemanha.



Postar um comentário