Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Morte made in Brazil: conflitos no Oriente Médio alavancam exportação de armamento do país

Uma missão árabe chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer. A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.
Sputnik

O KC-390 vai substituir os Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB), é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro. A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.



A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte d…

Bombardeiro estratégico russo será modernizado e ganhará mísseis hipersônicos

O avião supersônico russo Tupolev Tu-160, que os pilotos chamam carinhosamente de White Swan (Cisne Branco), passará por uma ampla atualização, tendo 60% dos seus equipamentos substituídos por equivalentes de ponta, incluindo mísseis hipersônicos, aviônicos e eletrônicos modernos.


Sputnik

O bombardeiro estratégico pesado, segundo relatou o canal russo de TV Zvezda, será equipado com um novo sistema de navegação por satélite desenvolvido pelo projeto Kompas, com sede em Moscou, com um computador de bordo atualizado e um sistema de defesa de última geração.


Bombardeiro estratégico russo Tu-160.
Tupolev Tu-160 Blackjack © Sputnik/ Alexey Fedoseev

A aeronave, conhecida como o avião de combate mais pesado já construído, terá motores modernizados e com maior confiabilidade, que permitirão ao bombardeiro aumentar bastante a sua autonomia de voo. O Tu-160 atualizado também será equipado com novos mísseis. Porém, o Cisne Branco manterá sua marca registrada: asas de variável varredura, trem de pouso de três pontos e barbatana caudal, de acordo com o canal.

O Ministério da Defesa russo fez uma encomenda de 50 bombardeiros Tu-160 atualizados devido ao o aumento das capacidades de combate do avião. A modernização está prevista para ser concluída até 2021.

O Cisne Branco pode acelerar a uma velocidade máxima de 1.380 mph, o equivalente a 2.220 km/h, subir a uma altitude máxima de 49.235 pés, aproximadamente 15 mil metros, e tem um alcance de 7.643 milhas, cerca de 12,3 mil metros. Ele é capaz de transportar até 12 mísseis de cruzeiro Kh-55 e mísseis de curto alcance Kh-15. Ele também pode ser armado com bombas nucleares e regulares.

O Tu-160, projetado pela empresa aeroespacial e de defesa Tupolev, está em serviço desde 1987. O departamento do projeto também trabalha em um bombardeiro “invisível” de quinta geração de longo alcance apelidado de PAK DA. O avião subsônico, supostamente com base no Tu-160, é esperado para fazer seu voo inaugural no início de 2020.


Postar um comentário