Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Diplomata diz que destituição de Bashar Assad favorece o Estado Islâmico

O ex-vice-secretário-geral da ONU, Sergey Ordzhonikidze, disse nesta segunda-feira (28) à rádio Baltkom, da Letônia, que Bashar Assad é um presidente (da Síria) legitimamente eleito e que as tentativas dos EUA e de seus aliados de retirá-lo do poder são infundadas e só favorecem o grupo Estado Islâmico (EI).


Sputnik

“Após a remoção de Asad, se repetiria o quadro da Líbia de caos e anarquia, o que só convém ao Estado Islâmico”, disse ele.


Bashar al-Assad, presidente da Síria
Bashar al-Assad © AFP 2015/ AFP PHOTO / HO / SANA

Ordzhonikidze também observou que se um líder tem uma política que não convém aos EUA, este logo o qualifica como ilegítimo, de ditatorial e propõe sua deposição. 

Desde março de 2011, a Síria vive um conflito armado que provocou mais de 220 mil mortes, de acordo com estimativas da ONU. As tropas do governo estão enfrentando várias facções armadas, como os terroristas do Estado Islâmico e a Frente al-Nusra, vinculada à Al Qaeda.

Postar um comentário