Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

EUA posicionarão 12 aviões antitanque na Europa

Os Estados Unidos posicionarão na Europa uma dúzia de aviões antitanque como marco da operação da OTAN chamada Atlantic Resolve, informou o Comando Europeu dos Estados Unidos (Eucom).


Sputnik

“A Força Aérea dos EUA posicionará 12 aviões A-10 Thunderbolt II em bases na Europa como continuação do TSP (Theater Security Package, ou Pacote de Segurança de Cenário) em apoio à operação Atlantic Resolve”, diz o comunicado. 


A US flight technician checks the body of a A-10 thunderbolt parked on the tarmac at the Namest air force base near Brno where it is taking part in joint NATO military exercises called Ramstein Rover.
A-10 Thunderbolt II © AFP 2015/ RADEK MICA

Os locais exatos onde as aeronaves ficarão localizadas serão anunciados quando os aviões chegarem a seu destino, indicou o Comando.

Os aviões participarão de exercícios com outras forças aliadas “com a finalidade de fortalecer a interoperabilidade e demonstrar o compromisso dos Estados Unidos com a segurança e a estabilidade da Europa”, informou o Eucom.

Os EUA iniciaram a operação Atlantic Resolve em 2014 após a crise na Ucrânia para “apoiar os aliados dos EUA na Europa em meio a crescente preocupação pela agressão russa.”

O avião de ataque A-10 foi desenvolvido nos EUA nos anos 1970 para destruir carros de combate e veículos blindados. Esse modelo de aeronave foi utilizado na Guerra do Golfo, nos conflitos de Bósnia e Kosovo, na Guerra do Afeganistão e no Iraque.


Postar um comentário