Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Ex-premiê ucraniano: nova doutrina militar realiza sonho de Hitler

Ex-premiê ucraniano chamou de loucura a ideia de confrontação entre a Ucrânia e Rússia, comentando a nova doutrina militar ucraniana, que considera a Rússia como seu principal adversário.


Sputnik

Na sua página em Facebook o ex-primeiro ministro Nikolai Azarov expressou a sua indignação pela nova doutrina militar da Ucrânia.


Ex-primeiro-ministro da Ucrânia, Nikolai Azarov
Nikolai Azarov © REUTERS/ Maxim Zmeyev

“Se realizou o sonho de Hitler e outros inimigos: açular os povos um contra o outro. Embora a doutrina seja absurda, irreal e desorganizada, o regime de Kiev continuará desenvolvendo o tema da preparação para a guerra contra a Rússia.”
O político opina que se a Ucrânia desencadear a guerra contra a Rússia, fará sofrer ambos os povos.

“Se este regime de criminosos apoiados pelos patronos ocidentais iniciar a guerra – acaso será possível vencê-la? Quantas vítimas, sofrimentos trará aos nossos povos! E tudo isso só para continuar a agonia deste regime que rouba o nosso povo”, notou Azarov.

O ex-premiê chamou tal ideia de loucura:

“Um país com um orçamento miserável, uma economia em declínio, grandes dívidas, planeja a guerra contra a Rússia?! Isto é uma loucura (loucura é falta da inteligência). Os loucos podem chegar ao poder – isto aconteceu durante toda a história. Mas será que todo o país está contaminado com esta loucura?!” – concluiu Azarov.


Postar um comentário