Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Forças Armadas russas receberão 14 caças Su-35S este ano

As Forças Armadas da Rússia deverão receber este ano 14 novos caças multifunção Su-35S e cinco caças Su-30M2, segundo divulgou o vice-ministro Yuri Borisov.


Sputnik

A declaração foi feita durante a inspeção à empresa fabricante destas aeronaves, na cidade de Komsomolsk-no-Amur, no Extremo Oriente russo.


Caças Su-35S e Su-35SM durante a parte aérea do show militar do fórum Army 2015
© Sputnik/ Ramil Sitdikov

"A empresa entregará este ano catorze aviões Su-35S e cinco aviões Su-30M2", informou o serviço da imprensa do ministério, citando Borisov.


Durante a inspeção, o vice-ministro visitou os departamentos da empresa que fabricam aviões de quinta geração T-50 (PAK-FA), bem como várias seções em construção que deverão fazer a galvanização e ligas de alumínio.

Em relação ao avião de combate com tecnologia stealth (de invisibilidade) PAK-FA, Borisov disse que a capacidade de manobra do novo caça permite fazer quase todas as figuras de alta pilotagem.


O novo avião militar é capaz de desenvolver a velocidade de 2.100 km/h e tem uma autonomia de 5.500 quilômetros, devendo substituir os MiG-29 e os Su-27 na Força Aérea russa.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas