Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin

A Rússia não deixará a decisão dos Estados Unidos de retirar-se unilateralmente do tratado de armas nucleares sem resposta, garantiu o presidente russo Vladimir Putin, acrescentando que o país não precisa se unir a outra corrida armamentista.
Sputnik

Moscou ainda está pronta para continuar dialogando com Washington sobre o tratado bilateral que proíbe os mísseis de médio alcance, que se tornou uma das pedras angulares do desarmamento nuclear, disse o líder russo em uma reunião do governo em Sochi. Ainda assim, os EUA devem "tratar esta questão com total responsabilidade", disse o presidente, acrescentando que a decisão de Washington de retirar-se do acordo "não pode e não ficará sem resposta".


Estas não são ameaças vazias, advertiu Putin. Ele disse que a Rússia já havia advertido os EUA contra a saída do tratado ABM que regulamenta os sistemas de mísseis e avisou Washington sobre possíveis retaliações. "Agora, temos armas hipersônicas capazes de penetrar qualquer…

Helicópteros russos destroem inimigo durante exercícios

Tripulações dos helicópteros Mi-24 russos forneceram cobertura aérea para tropas terrestres durante os exercícios estratégicos de grande escala no Distrito Militar Central do país.


Sputnik

"Como parte dos exercícios Centro-2015, as tripulações dos helicópteros Mi-24 de ataque da Força de Defesa Aeroespacial da Rússia forneceram cobertura aérea para tropas terrestres", disse o serviço de imprensa do Ministério da Defesa russo.


Helicóptero de assalto Mi-24 inspirou tanto os seus desenhadores e operadores que recebeu todo um monte de apelidos, desde ‘Crocodilo’ (Krokodil) e ‘Copo’ (Stakan) a ‘Tanque Voador’ (Letayuschy Tank)
Mi-24 © Sputnik/ Ivan Rudnev

Durante a busca e destruição de "grupos armados ilegais", as tripulações cooperaram com unidades das forças especiais, de acordo com o serviço de imprensa. As tripulações também realizaram uma pesquisa visual de grupos subversivos e lançaram um ataque aéreo contra um inimigo convencional.

Os exercícios Centro-2015, que começaram na segunda-feira (14), envolvem 95.000 efetivos e mais de 7.000 peças de equipamento militar.

As manobras contam ainda com cerca de 170 aeronaves e 20 navios de guerra do Distrito Militar Central, a pequena frota do Cáspio, tropas aerotransportadas, aviação de longo curso e outros organismos da segurança nacional.

Os exercícios visam conter um hipotético conflito armado na Ásia Central, disse o Ministério da Defesa russo.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas